terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Eber Diz! #57 - Teólogos da Internet


O que há em comum entre muitos teólogos da internet e os interlocutores de Jesus?

Neste vídeo, discorro sobre minha experiência nesse campo. Posso assegurar que a irritação do Senhor não era sem motivo. Quisera eu ter a longanimidade do Mestre. Se bem que ela também acabava, né? Lembra do "raça de víboras"? Pois é... Confira.

Rev. Eber Cocareli



domingo, 14 de janeiro de 2018

Sermão - A Profecia


Você sabe o que é profecia?

Em tempos de tantas revelações, que não anulam a ignorância do povo de Deus me deparei com um sacerdote que virou profeta. Mas do que isso, foi o pai do maior profeta do Novo Testamento.

Convido você a estudar comigo o que Zacarias revela sobre profecias e profetas. Tomara que você se surpreenda como eu me surpreendi.

Rev. Eber Cocareli



domingo, 31 de dezembro de 2017

Eber Diz! #56 - Ninguém é "Super-herói"


Qual a base bíblica que uso para respaldar minha fala no vídeo sobre suicídio? É verdade que o entendimento defendido no vídeo anterior é resultado de convicções calvinistas? Estas e outras perguntas que me fizeram estão respondidas neste vídeo sequência.
 
Entretanto, me preocupei, aqui, nas causas que levam crentes comuns, pastores e líderes a adoecer a tal ponto que chegam a atentar contra a própria vida. O que está por trás dessa tragédia, cada dia mais comum? O que podemos e devemos fazer para evitar que um irmão ou uma irmã tire a vida? O que Deus espera de mim e de você quanto a isso? Assista e pondere. Devo gravar ainda mais um "Eber Diz" sobre o assunto, se assim o Senhor indicar.

Rev. Eber Cocareli
 


sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Ano Medonho!



Como podemos ter esperança de um novo ano melhor, quando os anos que temos vivido são cada vez piores? Parte da imprensa insiste em uma melhora na Economia, mas os empregos formais caíram de novo no mês passado. E ainda que estejamos retomando algo daquilo que já foi a 8ª economia do mundo, isso não implica em melhora de nossa sociedade.
Grande parte da humanidade, incluindo brasileiros, vive de comer lixo, quando o encontram, enquanto outra parte padece de uma epidemia de obesidade. O mal se enraíza no coração humano e se manifesta cada vez mais explicitamente. O respeito e o amor familiares se esvaem pelo ralo (o que esperar de sentimentos e valores fluídos?). Líderes podres promovem a podridão sem nenhum constrangimento, e os poucos que ainda defendem a verdade são alvo de chacota e desprezo. Feliz ano novo? Como??!!
Miquéias tem a resposta, pois 2.700 anos atrás as coisas já eram assim (examine os versículos precedentes): Eu, porém, olharei para o Senhor e esperarei no Deus da minha salvação; o meu Deus me ouvirá (Mq 7.7). Vou imitar o profeta e convido você a me fazer companhia. Aí sim, feliz 2018!!!!
Rev. Eber Cocareli


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Eber Diz! #55 - Quem tira a própria vida perde a salvação?


Muita gente tem-me perguntado como fica a salvação de quem se mata. O motivo dessa antiga curiosidade é óbvio, visto estarmos diante de uma onda apavorante de pastores e líderes cristãos que suicidam.
Neste vídeo, dou minha interpretação dos ensinos da Bíblia sobre o assunto. É muito provável que eu choque algumas pessoas, dada a convicção (não bíblica) de muita gente acerca do destino final do suicida. Entretanto, além de mostrar, do modo mais claro que pude, o ensino das Escrituras Sagradas, minha maior preocupação é com os familiares de quem pôs fim à vida. É muito comum que todos se preocupem com quem se matou, lamentando sua perdição eterna, mas quase ninguém se lembra de quem ficou. Como eu já lidei com isso, sei muito bem a devastação que o sentimento de desamparo e solidão causam nos familiares e amigos chegados de um irmão ou de uma irmã que se mata.
E antes que alguém afirme ou pense que a pessoa que é de Deus não suicida, só os desviados ou os falsos crentes, quero advertir que conheço gente seriíssima no Evangelho que pôs fim à própria vida. Isso acontece sim. Infelizmente. Agora, como o Senhor vê essas pessoas? Confira e comente.
 
Rev. Eber Cocareli